Modéstia cristãVida Saudável

Estilista cristã desenvolve linha de “maiôs evangélicos” para não marcar o corpo

Uma estilista cristã canadense desenvolveu um “maiô evangélico”, que preserva a intimidade não marcando as curvas do corpo.
Crystal Hyben afirmou em entrevista ao Huffington Post que a linha de maiôs evangélicos Simply Modest (em tradução literal do inglês, simplesmente modesta) cobre as coxas, barriga, busto e parte do ombro.
A estilista diz que o motivo de desenvolver o maiô com esse formato está ligado à sua vontade de exaltar a Deus e preservar seu corpo para o futuro marido: “Eu escolhi me cobrir porque eu quero glorificar a Deus com o meu corpo, e me cuidar para o meu futuro marido, se eu vier a me casar”, declarou Crystal.
O tema modéstia para sua marca de maiôs evangélicos foi escolhido por seu princípio de preservação da intimidade: “A modéstia sempre foi importante para mim, pois acredito que a nossa sexualidade é um dom incrível de Deus, é algo que deve ser protegido, não colocado em exposição para ser vista por todos os olhos”, pontua.
O design escolhido pela estilista gerou comparações com a burca, tradicional vestimenta islâmica usada por mulheres adeptas da religião e recebeu apelido de “Burquíni”.
Fonte: Gospel+
Nota Vida Campestre: É interessante notar como o conceito de modéstia cristã decaiu drasticamente nos últimos tempos. À medida que a modéstia no vestuário secular praticamente desapareceu, a modéstia no vestuário cristão também sofreu graves alterações até que hoje é praticamente impossível distinguir, pelos trajes, quem é cristão e quem não é ao visitar uma praia, por exemplo. A iniciativa da estilista canadense pode parecer para a maioria um tanto radical e exagerada, mas se pensarmos bem, quanto do busto, coxa, ombros ou barriga Deus, cuja santidade leva os santos anjos a se cobrirem em Sua presença, permite que Suas filhas exponham? Haveria, na vida cristã, uma exceção para a exposição inadequada de nosso corpo ao irmos à praia ou piscina?
Karina Carnassale Deana
Esposa do Davidson, mãe da Graziella (8) e dona de casa. Pedagoga e tradutora freelance. Gosta muito de escrever e inventar maneiras de ajudar as crianças a aprender. Ama a vida no campo e estar em meio à natureza com Deus e a família.

Você pode gostar

1 Comentário

  1. Achei lindo o maiô, gracioso e feminino.
    Parabéns por mais essa matéria que leio neste site.
    Deus seja louvado por ainda haver cristãos que ousam ser diferentes, separados do mundo, "radicais".
    Obrigada,
    Roseli Rolim Polidório

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta